Concurso: Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro (TRE-RJ / 2012)

Vem aí mais um excelente concurso público para os concurseiros de plantão. É o concurso para o Tribunal Regiona Eleitoral do Rio de Janeiro (TRE-RJ). A banca do concurso é o CESPE/UNB.

Cargos, remuneração e vagas:

Há vagas para o cargo de Analista Judiciário (com remuneração de R$ 6.611,39) na área administrativa tanto sem especialidade quanto com especialidade (as especialidades são: contabilidade, análise de sistemas, arquitetura, engenharia civil, engenharia elétrica e judiciária). Para o cargo sem especialidade (Analista Judiciário – Área: Administrativa) é exigida graduação de nível superior (bacharelado ou licenciatura plena) em qualquer área. Para os cargos com especialidade é exigida, obviamente, a graduação na área respectiva.

Para quem não tem nível superior ou está longe de se formar, há vagas para cargos de Técnico Judiciário (com remuneração de R$ 4.052,96), novamente na área administrativa e novamente tanto sem especialidade quanto com especialidade. As especialidade disponíveis são: operação de computador e programação de sistemas. Para o cargo sem especialidade (Técnico Judiciário – Área: Administrativa) é exigido certificado de conclusão do Ensino Médio (antigo 2º grau).

Para a especialidade de operação de computadores, além do certificado de conclusão do Ensino Médio, será necessário certificado de conclusão com aproveitamento de cursos técnicos de operações com equipamento eletrônico de computação totalizando, no mínimo, 120 horas (serão aceitas, ainda, horas-aula das disciplinas de Arquitetura e Organização de Computadores, Sistemas Operacionais, Redes de Computadores e Eletrônica, em curso superior na área de Tecnologia da Informação).

Para a especialidade de programação de sistemas, é necessário ter certificado de conclusão de curso de ensino médio (antigo segundo grau), ou certificado, devidamente registrado, de conclusão de curso de ensino médio técnico (antigo segundo grau profissionalizante), fornecido por instituição de ensino reconhecida pelo MEC, e certificado de conclusão com aproveitamento de curso de programação de sistemas de, no mínimo, 180 horas, fornecido por instituição de ensino reconhecida pelo MEC.

O quantitativo de vagas oferecido é pequeno. Mesmo para o Técnico Judiciário sem especialidade, apenas 8 vagas (+1 para deficientes) são oferecidas (e para alguns cargos, há apenas cadastro de reserva), mas o TRE costuma chamar muitos aprovados, o que costuma servir de incentivo para quem deseja prestar o concurso. Para ver a tabela de vagas, vide edital (link para a página com edital ao final do post).

Inscrições e provas:

A taxa de inscrição para os cargos de Técnico é de R$ 50,00 e para os cargos de Analista é de R$ 65,00.

As inscrições vão das 10 horas do dia 22 de junho de 2012 às 23 horas e 59 minutos do dia 13 de julho de 2012 e poderão ser feitas na página do concurso no site da banca (link ao final do post). O pagamento da taxa de inscrição poderá ser feito até o dia 26 de Julho de 2012.

O candidato não poderá se inscrever para cargos cujas provas sejam aplicadas no mesmo período (manhã ou trade). Havendo inscrição do mesmo candidato para dois ou mais cargos com sobreposição de horário de aplicação de prova, será considerada somente a última inscrição feita.

As provas estão previstas para o dia 26 de Agosto de 2012, sendo as provas para os cargos de Analista Administrativos (todos) e para o cargo de Técnico Judiciário – Área: Apoio Especializado – Especialidade: Programação de Sistemas aplicadas no período da tarde e com duração de 4 horas e 30 minutos, ao passo que as provas para os cargos de Técnico Judiciário – Área: Administrativa e Técnico Judiciário – Área: Apoio Especializado – Especialidade: Operação de Computador serão realizadas no turno da manhã e terão duração de 3 horas e 30 minutos.

Salvo falta de espaços disponíveis na capital fluminense, as provas serão realizadas APENAS na cidade do Rio de Janeiro.

Para a tristeza de alguns, a provas serão no modelo “Certo” ou “Errado”, amplamente temido por muitos concurseiros, mas para um menor desespero de muitos, ao invés do “tradicional” modo de “cada questão errada DESCONTA um ponto”, a prova do TRE será no modelo “mais ameno” já visto na prova do MPU de 2010, onde cada questão errada desconta meio ponto.

Todos os cargos farão uma prova objetiva (eliminatória e classificatória) com um total de 120 questões (50 de conhecimentos básicos e 70 de conhecimentos específicos). Quem prestar provas para Analista Judiciário (todos) e Técnico Judiciário – Área: Administrativa – Especialidade: Programação de Sistemas vai ainda fazer uma prova discursiva (também eliminatória e classificatória).

Demais informações e dúvidas:

Para as demais informações e dúvidas, recomenda-se a leitura atenta do(s) edital(is) do(s) cargo(s) para o(s) qual(is) você quer prestar prova. Você pode também deixar um comentário que, na medida do possível, tentarei responder.

Links úteis:

– TRE-RJ: http://www.tre-rj.gov.br/

– Página do concurso no site do CESPE (você pode ver o edital, suas correções e o andamento do concurso aqui): http://www.cespe.unb.br/concursos/tre_rj_12/

– Dicas para uma boa prova de concurso público: http://aglomeradonews.com.br/coluna/dicas-para-uma-boa-prova-de-concurso-publico/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *