Homens pedem vagão exclusivo para eles? Só no Japão mesmo…

Quem mora no Rio de Janeiro ou em algumas outras cidade já deve conhecer a história: o metrô ou trem tem ao menos 1 carro/vagão destinado às mulheres (ao menos nos horários de pico) para evitar assédios, mãos-bobas e coisas piores que alguns tentam/fazem com a mulherada. Lá no Japão não é diferente. Para quem não sabe, lá os trens em horário de rush não devem nada ao metrô carioca ou paulistano das 6 da tarde. Mas, diferentemente daqui, lá eles são extremamente pontuais e a lotação se deve quase que exclusivamente ao excesso de gente mesmo.
Claro que num ambiente apertado, mesmo por lá (ou deveria eu dizer especialmente por lá?), tem o pessoal que se aproveita para alisar, apalpar, apertar… e coisas piores. Então, foi feito por lá uma lei que determina a existência de vagões exclusivos para mulheres. Os resultados da medida, até onde eu percebi, não foram exatamente os esperados…
Vagão exclusivo das mulheres (trem japonês)
Notaram a pequena diferença entre o “carro das mulheres” e o misto? Clique a figura para ampliar
Como eu dizia, a medida não parece ter surtido todo o efeito necessário / desejado. Casos de “apalpadas” (e outros) continuaram a ser relatados… e pior! Agora começa a crescer o número de falsas acusações. Depois de tantos casos repetidos de engraçadinhos / tarados, parece que algumas autoridades japonesas passaram a meio que adotar a política do “culpado até que se prove o contrário”, bastando a acusação (e testemunho) de uma dona (a suposta “ofendida”) para encrencar o sujeito. Então, seja por engano, paranóia (já que os casos “reais” são comuns por lá), maldade ou até mesmo uma tentativa deliberada de extorsão, os casos de falsas acusações tem aumentado a ponto de já serem comuns. Ao acusado, na maioria das vezes, cabe uma uma confissão para conseguir tentar convencer a as cortes de um remorso por parte do “ofensor”.
Devido a isso, os homens têm feito pressão e até uma proposta formal chegou a ser apresentada para a criação de vagões só para homens. Mas ela foi rejeitada…
Quem achou o caso curioso pode ler mais detalhes no artigo sobre o assunto do Sankaku Complex (em Inglês).

Rafael-san, O Enxugador de Gelo

Comments

  1. Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *