Mônica 100 e o fim de uma era… ou não.

Vamos conferir como foi a última edição da Mônica antes do reinício.

image

Sim, isto mesmo que leram… a revista da Mônica será reiniciada e, não só ela, várias outras revistas do estúdio MSP também, incluindo as edições dos outros 4 personagens principais do estúdio!

E… para comemorar a centésima edição de várias delas, foram incluídas… a frase “Edição Comemorativa” na capa de todas elas…… só isso. . . . . Arrego!

Bom, o estúdio criou, ao longo destas 100 Revistas pela Panini, várias edições especiais comemorativas para cada numeração que julgaram especiais, como a edição número 50 e edições em que os personagens completavam 500 edições se somadas com as revistas lançadas por outras editoras. Estas HQs mostravam histórias especiais onde relembravam bons momentos do passado, além de páginas com qualidade melhor e efeito especial para a capa.

Desta vez, não houve nada disto, no máximo uma pequena menção ao fato de atingir o número 100 na atual editora.

Falando de Mônica, a revista mensal mais vendida da editora, trouxeram uma capa até interessante, onde mostra vários personagens personificados com a face de Mônica… ou melhor… com os dentes dela, rsss.
Tal ideia, denuncia o conteúdo da principal história da edição. Tal fato ocorre a bastante tempo e não agrada os fãs mais clássicos. Antes, as capas possuíam desenhos com Gags bem engraçadas sem relação alguma com o conteúdo interno. Na Panini tal atitude para a Capa virou regra: a ilustração de capa deve conter um chamariz para a primeira história da revista. Seria interessante… se não fosse sem graça e monótona de se olhar.

Bom… os desenhos continuam cada vez mais computadorizados, deixando a raiva dos vários fãs clássicos aflorarem, gerando opiniões como: as expressões dos personagens são retiradas do “banco de expressões” do computador central deles, rsss. E, é só bater o olho que esta opinião parece se tornar real.
Fora isto, como sempre de uns anos pra cá, temos os diálogos e atitudes dominadas pelo politicamente correto.

A primeira história “Mônica 100…” é interessante. Nela, temos Sansão vivo, trazendo a possibilidade de Mônica ir para diversas histórias de personagens do estúdio, com ela personificando cada personagem principal da história. Com isso vemos o que disse mais acima, Mônica Anjinho (Anjônica), Mônica Piteco (Pitecônica), Mônica Horácio (Monácio), e diversos outros. Uma história até interessante e legal, com um final mostrando o Sansão estar possuído por uma personagem que apareceu originalmente em Mônica 5 da editora Abril, em 1970.

image

 

image

Depois temos a história de uma página “Pensamentos”, que trás uma Gag com o leitor.

Na sequência, uma simples com Penadinho “Um pouquinho daqui… um pouquinho dali…”

Astronauta aparece com “Nas ondas da TV” onde um novo planeta surge e Astro vai dar as boas vindas… e lá acontecem “grandes confusões”…

Temos Marina com “Supercraque” onde a garota resolve mostrar que sabe jogar bola..

Mônica em “Quem fez isso?” vai tirar satisfação com o Franjinha por conta de algumas doideiras que estão acontecendo com os meninos..
Para finalizar a revista, temos Mônica junto com Dudu em “O caso do sumiço do coelho de pelúcia”. Mostra Dudu tentando desvendar o desaparecimento do coelho da dentuça.

image

Mas antes… temos uma história que deixei para o final, para mim a melhor da HQ. “Pedalando” é uma pequena história onde mostra um pequeno urso de circo fugindo do carro em que estava sendo transportado. O bicho, com sua bicicletinha e uma expressão meio assustada, avista Mônica sentada solitária e resolve chegar perto. A coitada acha ser o Cebolinha disfarçado tentando lhe pregar uma peça. O urso começa a contorna-la com sua bicicletinha e fazendo várias posições divertidas, mas Mônica, com a expressão de raiva de sempre, fica pentelhando o urso para parar de lhe perseguir… o bicho, ainda com expressão assustada, continua com malabarismos em volta dela e finaliza entregando uma pequena flor a dentuça! Ela não da bola e insiste dizendo que não vai cair nos planos do Cebolinha, dando as costas para o urso…
O urso fica bastante triste e termina, depois de um tempo, sendo achado pelo dono do circo/transporte que estava.
Mônica em seguida avista o Cebolinha tentando andar de bicicleta… e com rodinhas para não cair… daí percebe que houve algo estranho, finalizando a história.

Uma bela história que pode trazer algumas mensagens para quem pensar um pouco no conteúdo… os animais que vivem em circo, fazendo constantemente malabarismos todos os dias, são por várias vezes repreendidos por não executarem seus movimentos corretamente, fazendo o bicho viver com medo do erro e da repreensão. Na história, Mônica vive emburrada ao falar com o bicho, ele por instinto tenta fazer malabarismos para tentar alegrar e, com isso não receber a expressão emburrada da menina, que ele tanto deve ver onde convive. Sem sucesso, ele entristece.
Uma outra visão pode mostrar que o Urso quis sair da vida que sempre teve… e ao avistar um humano, quis se aproximar e tentar uma amizade verificando se todos realmente são iguais ao que está acostumado… a menina não coopera e o bicho percebe que todos são iguais…
Outra é a decepção do bicho ao ver que não conseguiu tirar um sorriso de uma pessoa.
Por fim, metáfora para o ser humano… não ter confiança nas pessoas.

image

Bem interessante acharmos algo belo em uma HQ tão simples.

Para finalizar, dei uma procurada no baú de revistas antigas e mostro duas páginas retiradas de Mônica 5 de 1970, lançada pela editora Abril e que também foi republicada na coleção histórica. Na primeira imagem podemos ver uma pancada levada pelo cascão que é impraticável ser mostrada nos quadrinhos mensais atualmente: uma pancada bem forte levada na parte de trás da cabeça, e ainda sem nenhuma onomatopéia cobrindo o local exato. Na outra imagem podemos ver a primeira aparição do Gnomo, que também é chamado de diabinho, outro nome que foi abolido dos quadrinhos atuais:

imageimage

Mas… o que acontecerá a partir do mês de Maio, onde as revistas terão a numeração reiniciada? Será tudo igual ao que estamos vendo atualmente? Ou teremos uma pegada diferente?

Acho um fato bem estranho esta reinicialização do estúdio. É a primeira vez que a MSP reinicia a numeração de suas revistas dentro de uma mesma editora. Nem o estúdio, nem a Panini se pronunciaram quanto ao porque da atitude. Com este fato cria-se várias expectativas e hipóteses por conta dos fãs, que vão desde baixas vendas, a uma mudança de estrutura das revistas.
O único fato real é que… muitos poderão colecionar desde o número 1. De resto, só a partir de Maio vamos saber.

Então… até o número 1 da nova fase da Turma da Mônica!!

** Mônica e Turma da Mônica são propriedade de MSP Estudios. Publicados exclusivamente pela Editora PANINI. Todos os direitos reservados. Imagens publicadas com intuito de divulgação.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *