Seção Flashback: Virtua Racing

Este post será o primeiro de muitos em que falarei da série Virtua da Sega, jogos onde ela iniciou e aprimorou o uso de gráficos poligonais nos jogos.

O primeiro jogo desta série é o clássico Virtua Racing, jogo de corrida lançado em 1992 para os arcades. O jogo foi o primeiro jogo de corrida poligonal a apresentar bons gráficos e alta velocidade, com uma alta quantidade de frames por segundo, coisa que até então nenhum outro tinha conseguido, graças a placa criada pela Sega, a Model 1.

O jogo introduziu o sistema de cameras que veio a ser usado em todos os jogos de corrida da Sega, você atráves de 4 botões posicionados a esquerda do volante, podia alternar em 4 visões diferentes: Uma aérea, outra acima do carro, outra por detrás do carro e finalmente uma camera de dentro do carro.

O jogo tinha três pistas, Big Forest, que era a mais fácil, Bay Bridge de dificuldade intermediária e a Acropolis, de dificuldade mais alta.

O jogo fez imenso sucesso, e a Sega não perdeu tempo e anunciou uma versão caseira do jogo para o Mega Drive, o que surpreendeu a todos, pois o videogame não aprentava capacidade de reproduzir poligonos, fazendo com que todos se perguntassem como seria esta conversão.

 

Em 1994 é lançado o Virtua Racing para o Mega Drive e a pergunta respondida, a Sega desenvolveu um chip chamado Sega Virtua Processor, que vinha dentro do cartucho, e dava a capacidade do videogame rodar o jogo.

Apesar dos gráficos não serem os mesmos do Arcade, a velocidade e jogabilidade do jogo eram excelentes, impressionando a todos na época. O jogo possuia as mesmas pistas do arcade além do sistema de visões, e uma novidade, o Replay, onde você podia ver o desempenho da sua corrida com cameras posicionadas pela pista, lembro que fiquei surpreso e me perguntava como o videogame conseguia guardar todas as informações na memória para reproduzi-las no replay, enfim, mais um ponto para a Sega.

Depois sairam versões para 32X, Sega Saturn e um remake para Playstation 2.

A versão 32X tinha de novidades dois tipos de carros extra além da Formula 1, e duas pistas inéditas, além de gráficos melhores que a versão do Mega.

Já a versão do Saturn é de longe a pior de todas, pois não foi desenvolvida pela Sega, e sim pela Time Warner, que mudou a jogabilidade do jogo, e não soube aproveitar a capacidade do videogame. Ficando pior que a versão do 32X.

Por fim a versão do Playstation 2 é igual a do arcade, com gráficos melhorados, com certeza uma versão que vale a pena ter em casa.

Bom, este jogo marcou o inicio da era de jogos poligonais da Sega, trazendo bons gráficos e uma dificuldade alta, diferente dos jogos de corrida 2D da época, para todos que gostam de um bom jogo de corrida arcade, vale a pena experimentar e ver como a Sega iniciou a sua jornada que culminaria em clássicos como Daytona Usa, Sega Super GT e Ferrari F355.

Comments

  1. By Vitor

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *