A Mídia Física está no fim ?

Dois executivos do mundo dos games, Kai Huang e Peter Moore, disseram em um evento que esta geração deverá ser a última a usar mídia física para jogos, sendo substituída pela distribuição digital.

Na opinião deles o crescimento do número de atualizações e vendas de jogos online irá pouco a pouco acabar com o sistema de discos e cartuchos, e que dentro de 10 anos não teremos mais mídias sendo vendidas em lojas.

Eu sinceramente tenho uma opinião dividida com relação ao fim da mídia física, existem alguns prós e contras que considero importantes e vou lista-las aqui:

Prós:

Facilidade na distribuição do jogo: A empresa conclui o seu jogo e pode lança-lo no mundo inteiro de forma simultânea, se assim desejar, sem ter que correr atrás de distribuidoras ! basta colocar ele na rede e esperar os jogadores comprarem e baixarem.

Carregamento de jogos: É fato que as mídias são lentas, desde os 32 bits sofremos com os intermináveis loads, e uma das soluções foi instalar discos rigidos nos consoles e colocar os arquivos mais usados para serem carregados neles, o que trouxe uma melhora significativa. Abolir as mídias seria uma vantagem e tanto para quem detesta os loadings (ou seja todo mundo).

Economia de espaço: Com o fim da mídia física, não precisaríamos mais daquela gaveta lotada com os jogos, pois tudo estaria armazenado na memória do videogame ou nas “nuvens”, além disso a troca de jogos seria mais rápida, bastando apenas acessar o menu e trocar o jogo, maravilha para quem tem muito jogo e perde algum tempo até achar aquele cd escondido na pilha !

Contras:

Nada de capas: Essa é para mim a maior desvantagem, uma das coisas que mais gosto quando compro um jogo original é de poder ter e guardar as artes da capa, assim como ter um manual para pegar e folhear, isso confere um maior valor ao jogo e a sua coleção.

Espaço do Disco Rígido: Espaço realmente é sempre um problema, mas nesse caso nós jogadores teriamos um limite de jogos disponiveis para acesso rápido, pois quando o hd tivesse lotado você seria obrigado a apagar um jogo para instalar outro, o que irá ser uma bela dor de cabeça para quem compra muitos jogos.

Necessidade de conexão Banda Larga: Esse é um problema que afeta principalmente a nós Brasileiros, pois imagina você comprar aquele jogo e ter que esperar horas ou até dias para baixar aquele jogo novo ? esse é um problema que com o tempo deve se resolver com a melhoria nas conexões, mas hoje em dia torna proibitivo para algumas pessoas esse modelo de compra e venda de jogos.

Enfim, esses são os pontos que considero cruciais, lógico que como colecionador eu ainda prefiro ter a mídia física, independente que seja cd, dvd, memória flash, enfim acho que eles poderiam correr atrás de novos tipos de mídia que fossem mais rápidas, pelo menos até termos uma conexão mais rápida a internet e espaço em disco dentro dos consoles o suficiente para armazenar uma quantidade razoável de jogos.

Temos o exemplo do Zeebo, que possui uma conexão 3G própria, o que desobriga a pessoa a assinar uma conexão banda larga, e além disso tem jogos que gastam pouquíssimo espaço em disco, creio que grandes empresas devem estar de olho nele justamente para ver como melhorar essa idéia que é promissora.

Ainda prefiro a mídia física, até pelo saudosismo de termos o jogo fisicamente para ter e guardar, mas é fato que com o tempo elas realmente venham a ser um item de luxo, de repente só sendo vendidas em edições especiais, com preço mais caro, deixando o preço normal para as versões vendidas pela internet.

Vamos aguardar, pois ainda temos um longo tempo até a chegada da próxima geração, quando estas e outras perguntas serão respondidas.

Comments

  1. Responder

  2. Responder

  3. Responder

  4. Responder

  5. Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *