Campanha Imposto Justo para Video Games

Eu como entusiasta por jogos desde minha tenra infância, fico muito triste com a situação atual deles aqui no Brasil.

Lembro-me como se fosse ontem da quantidade de comerciais e lançamentos simultâneos que tínhamos por aqui, além da representação oficial das principais fabricantes de Video Games por aqui…


Hoje em dia, temos um mercado de jogos completamente abandonado por aqui, com altos preços que impedem que empresas como a Microsoft, Sony e Nintendo deem maior suporte ao nosso país, deixando nós jogadores a verem navios.

Além de uma conscientização para que as pessoas comprem mais produtos originais, é necessário também que aconteça uma diminuição nos preços dos artigos de video games por aqui, algo impossível hoje graças a enorme taxação que eles recebem.

A partir disso nasceu a campanha “Imposto Justo Para Video Games” que tem o seguinte objetivo, que irei reproduzir aqui:

“O projeto de lei 300/07, apresentado em 2007 pelo então deputado Carlito Merrs (PT-SC), estende para os videogames os benefícios que desoneram produtos de informática.
Se for aprovado, os videogames vão ficar mais baratos instantaneamente.
O problema é que desde 2008 ele está parado na Comissão de Finanças do Senado. O relator é o deputado Antonio Palocci (PT-SP).
Não é possível um projeto de lei de tamanho impacto econômico ficar paralisado dois anos.
A campanha CAMPANHA IMPOSTO JUSTO PARA VIDEO GAMES tem o objetivo de forçar a aprovação desta lei, através da pressão organizada dos brasileiros.
Através de um abaixo assinado e de uma campanha online, faremos chegar a Brasília a voz de milhões de gamers e do mercado organizado de videogames.”

Então, assim como já fiz, entre no site oficial da campanha e assine para que esse projeto ganhe força e possa ser finalmente votado e aprovado, fazendo com que o nosso mercado de games volte a crescer.

Link para o Site Oficial: http://www.impostojustoparavideogames.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *