Jogos violentos são proibidos na Venezuela

E foi aprovada na assembléia venezuelano a nova lei que proíbe a venda de jogos violentos em todo o território venezuelano. Com isso quem for pego vendendo esses jogos poderá pegar até 5 anos de prisão.

Eu não preciso nem dizer o quanto me assusta este tipo de lei, afinal de contas que tipo de jogo será proíbido realmente por lá ? O que será considerado violento para que seja proíbido ? será que apenas jogos onde a violência é tratada com mais realismo como nos tiros de primeira pessoa ? R.P.G. aonde temos que matar monstros usando espadas e magias ?

O ponto é que isso abre um leque de controle enorme, aonde qualquer jogo pode ser proíbido, de acordo com os interesses do governo venezuelano. Logo será que todos os jogos que serão proíbidos são de fato violentos ? Ou existem outros interesses para que ocorram tais proibições ?

Indepedente disso, me assusto que ainda exista tal tipo de CENSURA, e que ela é vista de maneira natural, sem que hajam grandes questionamentos. Aqui no Brasil não estamos muito longe disso, visto que alguns jogos foram proíbidos por aqui.

Não me conformo que pessoas sejam proíbidas de consumir o que querem, até porque um jogo não é diferente de um livro ou filme, logo dizer que estes podem deixar as pessoas violentas é de tamanha burrice que nem consigo classificar.

Hoje a indústria de jogos é uma das mais ricas do mundo, tendo lucros tão grandes quanto a de cinema, e países como a Venezuela ao invés de ajudarem a aumentar o consumo de jogos acaba restringindo ainda mais, depois não sabem porque não ganham dinheiro…

Enfim, espero que este seja um caso isolado e que outros países não sigam este exemplo, principalmente o Brasil, aonde já perdemos e muito diante da forma como os games são tratados, ao invés de uma industria milionária, é tratado como uma brincadeira que aliena e faz as crianças violentas.

Comments

  1. Responder

  2. By Vitor

    Responder

  3. Responder

  4. Responder

  5. Responder

  6. Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *