VGL 2009 (RJ) – Impressões (parte 1)

Ontem, dia 04/10/2009, foi realizado na Cidade do Rio de Janeiro o Video Games Live 2009. Rafael-san esteve lá e vai contar as impressões e mostrar algumas coisas (peço desculpas desde já… as fotos não ficaram grande coisa…), além de fazer algumas comparações com o que eu me lembro do evento do ano passado. A comparação dos lugares dentro do Canecão Parágrafo abaixo) não interessará a ninguém que não seja do RJ (ou que não queira assistir o show por aqui), mas o restante do texto deve interessar a todos que curtem / querem ir ao VGL.

Primeira comparação (posição interna no Canecão): ano passado, eu e meu amigo Teo ficamos no Setor A que tem como pontos fortes proximidade da pista, visão perfeita do telão central (especialmente se você conseguir ficar próximo ao centro) e a chance (se você chegar cedo) de sentar de frente para o palco. Como pontos fracos tem o fato de você ficar mais baixo que o palco (então tem que ficar o show inteiro olhando ligeiramente para cima) e a galera que tem pulga na cueca e levanta e anda pra lá e pra cá o tempo todo, ficando aquele cabeção anônimo toda hora passando na sua frente. Esse ano, resolvemos tentar a Frisa Central. Conseguimos uma posição bastante central (embora não certinho no meio). Vantagens da posição: Mais alto que o o palco, mais fácil de ver o show, sem cabeções passando na frente (exceto que seus companheiros de mesa sejam cri-cris). Desvantagens: os canhões de iluminação ficam na frente do telão, as mesas são DE LADO para palco… e se você não for o primeiro da mesa para chegar e ficar na cabeceira da mesa mais próxima ao palco, você corre o risco de ter seus companheiros de mesa te atrapalhando. Por conta de quem estava na frente do Teo, ele resolveu assistir ao show de pé, mais pro meio… e eu segui poucos minutos depois porque os canhões de luz estavam atrapalhando as fotos… então nós assistimos a 2 atos (de 2 horas cada) de Video Games Live EM PÉ. Mas a posição da Frisa Central em si não é ruim… apenas demos azar…

O show esse ano começou 1 hora mais cedo (19h) e terminou também mais cedo (por volta de umas 22:30 ~ 23:00h), com alguns videozinhos, incluindo o vídeo abaixo, cheio de referências e trocadilhos com animes, mangás e, claro, games:

A abertura da, digamos, “parte musical” do show ficou por conta dos Game Boys… não vou dizer que eles foram ruins nem nada, mas acho que as músicas escolhidas pelo grupo que tocou no ano passado foram mais empolgantes… tirando a primeira música que eles tocaram, o resto teve meio que cara de “música de elevador”…

Game Boys
Clique para ampliar

Logo depois houve um sorteio de um kit do Guitar Hero World Tour. Não sou fã de jogos de guitarra, mas se as meninas que trouxeram a caixa ao palco estivessem inclusas no prêmio, eu faria TODA a questão de participar do sorteio…

Sorteio
Clique para ampliar

Logo após, houve um concurso de cosplayers… que, para mim, trouxe duas surpresas: 1- A ideia simples, mas eficientes do cara que ganhou o concurso e a participação de uma menina fazendo cosplay de Saber (originalmente de Fate/Stay Night, mas que agora não soa mais estranho estar num concurso de cosplay de games, já que ela participa de Fate/Unlimited Codes, da Capcom). Na foto abaixo, da esquerda para direita, temos: Jade (MK), Link (Zelda), Sonic, Snake (MGS… sim, em baixo da caixa), Mario, Saber (Fate/Unlimited Codes), Sub-Zero (MK), Marco (Metal Slug), “Prisioneiro” (Metal Slug), Máscara da Morte (CdZ), Zelda, Cyrax (MK), Sephiroth (Final Fantasy VII)… e o carinha que apresentou o concurso de cosplay e resolveu andar na hora que eu batia fotos e ficou na frente de algum dos concorrentes em TODAS AS OUTRAS FOTOS que saíram menos piores que essa e que mostravam todos os cosplayers…

Cosplayers
Clique para ampliar

Como eu disse, realmente eu não esperava ver uma Saber… e como eu amo a Saber (a personagem… mas se a menina que fez o cosplay quiser conversar, estamos aí…), uma foto:

Saber
Clique para ampliar

A Jade também merece uma foto:
Jade
Clique para ampliar

Por incrível que possa parecer para alguns, o vencedor do concurso de cosplay foi o prisioneiro do Metal Slug, apesar de a caracterização necessária ser simples, ela estava muito foda e a “apresentação” do carinha convenceu, com direito até a uma “H” da Heavy Machine Gun… infelizmente um cabeção entrou na frente e eu não pude fotografar esse momento, mas a foto abaixo (que mostra ele comemorando a vitória acabou saindo bem melhor que as demais (dá até pra ver a cara da Zelda e da Saber):

Prisioneiro
Clique para ampliar

Para quem ficou curioso com o que tinha embaixo da caixa…

Game Boys
Clique para ampliar

Depois disso tudo, teve início o show propriamente dito… que fica para a parte 2 do post.

Parte 2: AQUI

Rafael-san, O Enxugador de Gelo

Comments

  1. Responder

  2. Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *